13 de abril

GDF - Administrações Regionais
18/03/21 às 9h00 - Atualizado em 18/03/21 às 9h08

UPAS terão leitos de UTI reabertos para tratamento exclusivo de covid

COMPARTILHAR

O Governo do Distrito Federal (GDF) vai reativar 82 leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) para tratamento exclusivo de pacientes com covid-19 em Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). A decisão de ampliar o número de vagas para casos de alta complexidade foi anunciada na tarde desta quarta-feira (17).

260novos leitos de UTI foram abertos no DF desde o agravamento da pandemia este ano

Em entrevista coletiva no Palácio do Buriti, o secretário de Saúde Osnei Okumoto, informou que as UPAs do Núcleo Bandeirante, de Sobradinho e de São Sebastião, terão suas alas de internação em UTIs apenas para doentes infectados com o novo coronavírus. Desde o agravamento da pandemia este ano, foram abertos 260 novos leitos no DF.

As três contam com suporte de ventilação mecânica e pontos de conexão para oxigênio e de hemodiálise. No auge da primeira onda de contaminação, em 2020, estas três UPAs chegaram a receber alguns internos com covid. Ao todo, serão 42 leitos no Núcleo Bandeirante, 20 em Sobradinho e outros 20 em São Sebastião.

“A diferença desta vez é que os leitos todos serão exclusivos o que, além de ajudar a desafogar a demanda, evitará o ponto de cruzamento e risco de infecção a pacientes em outro tratamento”, informou Osnei.

“A diferença desta vez é que os leitos todos serão exclusivos, o que, além de ajudar a desafogar a demanda, evitará o ponto de cruzamento e risco de infecção a pacientes em outro tratamento”Osnei Okumoto, secretário de Saúde

Recuperação de sequelas

A Secretaria de Saúde planeja ainda a montagem de um centro de recuperação de pacientes recuperados da covid-19 que tiveram sequelas. Estima-se que 25% dos pacientes que tiveram o novo coronavírus desenvolveram outras doenças seis meses depois da infecção. “Estamos trabalhando não só no tratamento imediato quanto no crônico”, completou o secretário.

Na condução da coletiva, o secretário da Casa Civil, Gustavo Rocha, alertou para o aumento da internação em UTIs de jovens com até 24 anos. Esse número saltou de um interno em janeiro para 30 em março. “Os jovens que estavam indo a festas e se aglomerando não estão imunes à infecção grave da doença e devem se proteger”, alertou Rocha.

“Os jovens que estavam indo a festas e se aglomerando não estão imunes à infecção grave da doença e devem se proteger”Gustavo Rocha, secretário da Casa Civil

Mais vacinas

Com a chegada de 59,8 mil doses da vacina Coronavac, o Distrito Federal inicia nesta quinta-feira (18) a imunização de idosos com 72 e 73 anos. Calcula-se uma população de aproximadamente 24 mil pessoas nessa faixa etária. Os idosos deverão ir direto aos postos de vacinação, que estarão abertos também no final de semana, sem necessidade de agendamento.

Com informações da Agência Brasília

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros